terça-feira, 6 de setembro de 2016

ESPECIAL | A Impostora - O Elenco


Agora que já conhece a história de "A Impostora", conheça todo o elenco desta produção da Plural para a TVI,  que tem nomes como Eunice Muñoz, João Perry, Maria do Céu Guerra, Nicolau Breyner, Dalila Carmo, Fernanda Serrano, entre outros e conta com imagens do Chile, Moçambique, Lisboa e Porto.
(Nota: Primeiro surge o nome do actor e depois o nome da personagem)


Dalila Carmo - Verónica Mendes
É uma das gémeas da história. De personalidade forte, independente e determinada, tem uma relação de grande cumplicidade com a irmã, Vitória, a quem serve de ponto de apoio. Quando esta é violada, toma a iniciativa de levar a irmã para Moçambique, ajudando-a a criar o sobrinho, Jaime, como se fosse seu filho. Despachada, frontal e sem papas na língua, costuma dizer tudo aquilo que pensa. Quando a irmã morre no desaparecimento do avião das «Liñeas Andinas» e sabendo-a enganada por Frederico Varela, vai assumir a identidade de Vitória, já que, a realidade, é ela que é dada como morta, pois a irmã viajou com Frederico, levando o seu passaporte. A partir desse momento, torna-se numa mulher calculista e fria, disposta a destruir toda a família de Frederico, tal como ele destruiu a sua. Para isso, usa todos os meios que tem ao seu alcance e serve-se de todo o tipo de esquemas para chegar aonde quer. Mas terá em Diana, a mulher de Frederico, uma opositora à altura. No seu percurso de vingança, conhece Rodrigo, o irmão mais velho de Frederico, pelo qual se apaixona, o que pode comprometer os seus planos. Filha de Jacinto e sobrinha de Lucrécia, tem uma relação tensa com o pai e de cumplicidade com a tia, que é a única que sabe quem ela realmente é.

Dalila Carmo - Vitória Mendes
É a outra gémea da história, fisicamente idêntica a Verónica, mas com uma personalidade mais tímida e apagada. Há oito anos, durante uma festa no hotel da família Varela, foi violada, mas sempre manteve segredo sobre a identidade do violador. Engravidou dessa violação e preferiu mudar-se para Moçambique, onde refez a vida, sempre ao lado da irmã. Mas nunca esqueceu aquela tarde, que a traumatizou para sempre e lhe bloqueou a vida sentimental. Tem verdadeira adoração pelo filho, Jaime, fruto da violação. Quando este adoece com um melanoma, um tipo raro de cancro em Moçambique e tem de se tratar no estrangeiro, o seu caminho volta a cruzar-se com o de Frederico, oito anos depois. Este «compra-a» para que ela possa salvar Jaime. E como mãe que faz tudo pelo filho, deixa-se cair no embuste e acaba por perder a vida no misterioso desaparecimento ao avião.

André Carvalho - Jaime Mendes (Jaiminho)
Filho de Vitória, com sete anos, é fruto da violação que a mãe sofreu, embora desconheça por completo esse fator. Sempre foi amado tanto pela mãe como pela tia, Verónica, a quem confunde, muitas vezes, com a própria Vitória. Tanto que, quando a tia assumir a identidade da irmã e embora estranhe algumas atitudes, acha que está sempre na presença da sua mamana, como carinhosamente lhe chama, e nunca na da irmã gémea daquela. Sofre de cancro na pele, já com uma metástase no cérebro, o que faz com que tenha de ser operado de urgência e fora de Moçambique. Será treinado por Verónica para ser um exemplo de filho do falecido Frederico Varela. Em Moçambique, passa boa parte dos dias na obra social do Padre Francisco, no Ximbengo, um caniço (bairro de lata) mesmo pegado a Maputo, onde tem uma relação de grande amizade com Muzima.

Fernanda Serrano - Diana Varela
É a mulher de Frederico Varela, o canalha que despoleta toda a história. É bonita, elegante, oriunda de famílias endinheiradas, que lhe permitiram uma ótima educação. Conceituada investigadora na área do cancro, prestigiada no meio e agraciada com diversos prémios nacionais e internacionais, é uma excelente profissional. Mãe de Dinis e Beatriz, dois adolescentes a entrar na fase adulta, faz tudo o que está ao seu alcance para ser a mãe exemplar. Parece conseguir agregar em si própria os três grandes anseios das mulheres da atualidade: boa profissional, boa esposa e boa mãe. Mas não é toda a perfeição que aparenta ser, pois guarda vários segredos sobre si e a própria família. No passado, há quase vinte anos, viveu uma grande história de amor com Rodrigo, irmão de Frederico. Mas foi com este que casou. Quando se descobre traída, vai mostrar que é capaz de usar todas as armas para defender a família. E quando fica viúva, também reencontra o seu grande amor, Rodrigo. Mas existem muitas coisas que os separam, inclusive Verónica, a impostora que diz ser mulher do seu falecido marido. É irmã de Gustavo, com quem tem uma relação quase maternal.

Diogo Infante - Rodrigo Varela
É o mais velho dos irmãos Varela. Conceituado maestro, desde sempre dedicado às artes e à música, começou a carreira em Portugal. Mas uma traição amorosa fê-lo romper a sua relação com Diana e sair do país, impulsionando a sua carreira com sucesso no estrangeiro. Atualmente é maestro residente na Ópera do Teatro Municipal de Santiago do Chile, com ambições de chegar ao Metropolitan de Nova Iorque. É metódico, organizado, apaixonado pela música, embrenhando-se, muitas vezes, num mundo muito próprio. Marcado pelas desilusões do passado e ainda que continue a amar Diana, refez a vida ao lado de Íris, uma cantora lírica, com a qual tem uma relação estável, ainda que sem grande chama. Quando reencontra Diana, após a morte do irmão Frederico, sente que o antigo amor pode ter renascido. Regressa a Portugal após um concerto desastroso, sem grandes perspetivas no mundo da música. É a descoberta de uma mentira de Diana que impele este regresso. Mas vai perceber que Diana não corresponde à imagem que idealizara dela e terá o seu caminho cruzado também com Verónica, a suposta segunda esposa de Frederico, com a qual se envolve. Tem uma filha, Guta, fruto de uma aventura fugaz, mas a distância física que sempre os separou, impediu-o de ter uma relação de pai/filha, que tentará construir quando se instalar em Portugal. Bastante apegado ao pai e marcado pelo suicídio deste, tem uma face mais negra que toda a gente desconhece, mas que usará para diversos acertos de contas com o passado. Não suporta injustiças nem traições.

Pedro Lamares - Frederico Varela
É o marido de Diana, irmão de Rodrigo, com quem sempre viveu em disputa, por este ser o preferido do pai, sentindo-se sempre preterido. Para mostrar que podia ser um exemplo de sucesso, criou um império com sede em Maputo, ainda que a família resida em Lisboa. Passa a vida em viagens constantes. É um autêntico cínico, que aparenta ser um anjo, mas é um verdadeiro canalha. É ambicioso, inescrupuloso, serve-se das pessoas a seu bel-prazer, não tendo pudor em destrui-las. Com a capa de marido perfeito, trai Diana sem quaisquer remorsos, envolvendo-se com diversas mulheres. Tentará comprar Vitória, mas, na realidade, arma-lhe um embuste. Pai de Dinis e Beatriz, tem uma relação bastante afetuosa com esta, ao contrário da relação de exigência que tem com o filho, a quem trata com frieza. Perde a vida no misterioso voo que desaparece, dando origem a uma verdadeira guerra.

Alba Baptista - Beatriz Martins Varela
Filha mais nova de Diana e Frederico, é muito apegada ao pai, pelo qual tem adoração. É uma jovem quase arrogante, de personalidade forte, que choca bastante com a mãe, o irmão e a prima, Guta. Quando o pai é dado como morto após o desaparecimento do avião, recusa-se a acreditar nessa hipótese. E passa a viver obcecada em provar que o pai está vivo, revelando distúrbios psicológicos, que culminarão com o seu diagnóstico como esquizofrénica. Mas tal como não aceitou a morte do pai também não aceitará a doença e enveredará por uma vida de risco, colocando-se em diversas situações de perigo. O amor pelo pai fá-la aceitar o suposto casamento deste com Verónica, de quem se torna amiga e por quem é manipulada sem que dê conta. Torna-se amiga e protetora do «irmão» Jaime.

Rodrigo Paganelli - Dinis Martins Varela
Filho mais velho de Diana e Rodrigo, é um rapaz inseguro, algo tímido, que vive em constante ansiedade, sobretudo na ânsia de agradar ao pai. Quer ser um exemplo para Frederico, que detona tudo o que ele faz, diminuindo-lhe a autoestima. Estudante universitário, tem na prima Guta a sua melhor amiga e o seu amor secreto, que não revela a ninguém. Muito ligado à mãe, vive em guerra permanente com a irmã, Beatriz. Uma mentira do passado vai virar-lhe a vida do avesso e provocar uma reviravolta radical na sua existência.

Diogo Amaral - Gustavo Martins
É um fotojornalista de guerra, destemido e sem medo de nada, cuja paixão é estar no meio das situações de conflito para que, através das suas fotografias, as possa denunciar ao mundo. É um homem duro, quase amargo, marcado por toda a miséria humana que já viu. Mas nada o faz desistir do seu trabalho. A não ser quando sofre um acidente num campo de refugiados e fica cego, o que o torna incapaz para a profissão. Isso torná-lo-á ainda mais amargo. Irmão de Diana, foi criado por esta quase como um filho, já que perderam os pais quando Gustavo ainda era bebé. Namora com Felipa Lancastre, oriunda duma família aristocrática do Porto, por quem é apaixonado, mas que afastará da sua vida quando perder a visão. Aliás, nessa altura, afastará todas as pessoas de si, pois não quer ser um peso morto para ninguém. Mal sabe que o coração e as emoções o podem trair.

João Perry - Jacinto Mendes
Pai das gémeas, Vitória e Verónica, é um antigo professor de geografia, já reformado e profundamente solitário, ainda que não admita explicitamente essa solidão. Vive sozinho, pois, desde que emigraram, as filhas não mantêm qualquer contacto com ele. Teve problemas de alcoolismo no passado e, por causa disso, vê a cunhada Lucrécia apontar-lhe crimes terríveis. Aliás, vive em permanente conflito com a cunhada, sendo Edmundo, amigo de ambos, o fiel da balança que tentará equilibrar aquela relação de grande conflito. Como tem uma reforma pequena e sobretudo para ter companhia, arrenda um dos quartos de sua casa a Quitó, um jovem em busca duma vida melhor, com quem tem uma relação de quase pai e filho. O regresso da filha a Lisboa com o neto vem acentuar os conflitos do passado. Tudo fará para se aproximar de Verónica, mesmo achando que é Vitória, até porque Jaime conquistará o seu coração e será o seu ponto fraco.

Nicolau Breyner - Edmundo Gaspar
Homem bem-disposto e conciliador, é um antigo retornado de Moçambique, nostálgico daquela terra, onde viveu tempos muito felizes. Regressou a Portugal após o 25 de Abril, trazendo consigo a filha bebé da sua amiga Lucrécia, que acabaria por lhe falecer nos braços a bordo do avião. Isso traumatizou-o e sente uma dívida permanente com Lucrécia, de quem é muito amigo e de quem faz questão de cuidar. Também é amigo de Jacinto e, como tal, tenta sempre pôr um travão no fogo cruzado entre Lucrécia e o cunhado, já que Jacinto e esta vivem em conflito permanente. Apesar de reformado, não tem paciência para estar quieto e, por isso, explora um bar no mercado de Algés, ponto de encontro de muita gente. Pai de Salomé, emigrada em Moçambique, incutiu na filha todo o seu encanto por África. Apesar da distância e da saudade, sabe que Salomé é feliz no continente africano.

Maria do Céu Guerra - Lucrécia Alves
É uma mulher cheia de marcas do passado, dona de uma grande doçura e carinho, mas também de muita amargura, nomeadamente em relação aos tempos em Moçambique. Foi no voo em que mandou a filha ainda bebé para Portugal com Edmundo que acabou por perdê-la. Não culpa o amigo dessa fatalidade, mas vive com essa dor permanente no peito. Tia de Vitória e Verónica, dedicou-se às sobrinhas como se fossem suas filhas, até porque não suporta o pai delas, o cunhado Jacinto, com o qual vive em guerra constante e a quem acusa de ter cometido as mais diversas atrocidades. Mas ninguém lhe dá grandes ouvidos, até porque começa a revelar problemas mentais. É mãe adotiva de Lázaro, um jovem negro, que encontrou num caixote do lixo e pelo qual lutou durante nove anos, até conseguir a sua adoção. Explora o talho no mercado de Algés para dar uma vida melhor ao filho. E não verá com bons olhos o envolvimento deste com Guta, branca e rica. Sabe que as diferenças sociais ainda se impõem por mais moderna que a sociedade se diga. Quando Verónica regressa para Portugal e ainda que esta venha na pele de Vitória, sabe diante de quem realmente está, pois sempre foi a única pessoa, juntamente com a falecida irmã, que conseguiu distinguir as duas gémeas mesmo que estivessem quietas e sossegadas.

Evandro Gomes - Lázaro Alves
Bem formado, estudante universitário, mas que se dedica ao grafiti, o que faz com que, algumas vezes, o confundam com um marginal. É um artista, idealista e sonhador, que vai perceber que os sonhos não põem comida na mesa e vai dedicar-se ao trabalho com afinco. Filho adotivo de Lucrécia, a quem adora de paixão, porque sabe o quanto a mãe lutou para conseguir a sua adoção. Ajuda-a sempre que pode no talho e preocupa-o a perda de memória progressiva por parte da mãe. Apaixona-se por Guta, uma jovem branca e rica do Porto, mas rapidamente ficará a saber que existe um mundo de diferenças a querer separá-los. E a prima de Guta, Beatriz, de quem se torna amigo, acaba por se apaixonar também por ele. Apesar de todas as adversidades, é daquelas pessoas que se conseguem manter íntegras e honestas.

Fernando Pires - Valentim Costa
Vendedor de fruta no mercado de Algés, é um rapaz bonito, bem-disposto e que faz questão de exibir a sua masculinidade, como forma de esconder a sua homossexualidade. Para isso, inventou que era casado e pai de quatro filhos, já que o telemóvel não para de tocar, dando sempre como desculpa que é a mulher que lhe está a ligar. Não tem coragem de se assumir, embora mantenha um caso há vários anos com outro homem, mas que se encontra longe fisicamente, o que lhe permite esta «vida de máscaras». É amigo de Quitó, com quem consegue desabafar os seus problemas. Cobiçado por Vânia e Vanessa, as vendedoras de flores do mercado de Algés, escuda-se no seu suposto casamento para não se envolver com elas, afastando assim a hipótese de que possa não gostar de mulheres. No entanto, a verdade acaba por ser descoberta e, nesse dia, será alvo das mais adversas e díspares reações.

Vítor Silva Costa - Joaquim António Pires (Quitó)
É um rapaz bonito e simples, mas que tem muito azar com as mulheres, que acabam por abandoná-lo, deixando-o normalmente atolado em dívidas. No começo da história, arrenda um quarto em casa de Jacinto pois foi largado por uma ucraniana que o deixou em lastimável estado financeiro. Para sobreviver com honestidade, torna-se numa espécie de faz-tudo: é eletricista, canalizador, baby-sitter, faz compras e entregas ao domicílio, etc. É numa dessas ocasiões que conhece Sofia Fontes, pela qual se encanta, mas ela apenas consegue vê-lo como um amigo. Mas a mãe da rapariga, a falida Guigui, vê nele um potencial alvo a explorar, já que tem que lhe possa fazer tudo, inventando sempre uma desculpa para não pagar. Filho de Adelaide e sobrinho de Paulinho, afastou-se da mãe há vários anos e numa situação traumática. Para ele, a família são os amigos, já que não quer qualquer contacto com a progenitora.

Ana Catarina - Vanessa Soares
Vendedora de flores no mercado de Algés, é sócia de Vânia, com quem vive às turras, mas sem a qual não passa. É animada, bem-disposta, mas viperina e de língua sempre afiada. Será alvo dum ataque, que a traumatizará e a levará para o Porto, mas acabará por ser traída pela amiga.

Melânia Gomes - Vânia Tavares
É sócia de Vanessa na banca de flores do Mercado de Algés. Bem-disposta, regateira, diz que «sente coisas» e está de olho em Valentim, embora esteja em processo de divórcio. É ambiciosa e traiçoeira, apesar do ar de boa rapariga. Acabará por trair a melhor amiga de forma fatal.

Rita Salema - Guilhermina Fontes (Guigui)
É vaidosa, vistosa, sempre com um sorriso no rosto, que preza bastante as aparências. Já foi rica, mas está completamente na miséria, nem sequer tendo dinheiro para comida. No entanto, jamais perde a pose. Nasceu muito pobre, casou para fugir à tirania dos pais, divorciou-se e teve um segundo casamento com um homem mais velho, que fez dela uma mulher fina. Após enviuvar, colocou todo o dinheiro num banco e acabou lesada, perdendo tudo. Resta-lhe a casa, de cujos objetos se vai desfazendo. Amiga de Diana e Lígia, até destas esconde a pobreza envergonhada em que vive. Por mais que esteja em baixo, afirma estar sempre «tudo top». Mãe de Luísa e Sofia, educou as filhas para serem sobreviventes como ela e para arranjarem um marido rico. Não teve sucesso com Sofia, mas conseguiu-o com Luísa, que é o seu orgulho. Por mais que sorria, os seus olhos acabam por mostrar a tristeza que a consome. Ainda que recorra a alguns esquemas pouco ortodoxos para sobreviver, é leal aos amigos e tem um bom coração.

Maria Leite - Luísa Fontes
Filha mais velha de Guigui, é ambiciosa, manipuladora, calculista e fria. Para ela, os fins justificam os meios e aprendeu, de forma certeira, as lições de sobrevivência que a mãe lhe ensinou. Acabada de casar com Gonçalo, está em lua-de-mel nas paradisíacas praias moçambicanas, quando descobre que o marido já não vai ser diretor geral de uma multinacional. Depressa perde o interesse nele e concentra a sua atenção em Carlos Matshine, herdeiro de um dos maiores impérios moçambicanos. Arma uma série de esquemas para se envolver com ele e acaba por trair o marido em plena lua-de-mel, colocando um ponto final no casamento. Desempenhando na perfeição o papel de vítima, arranja maneira de se meter em casa de Carlos e aí percebe que a melhor maneira de ser uma mulher rica não é através deste, mas sim do seu pai, o viúvo Samuel, que acaba por ceder aos seus encantos, com todas as armadilhas que ela monta. Mas a vida vai puxar-lhe o tapete de forma implacável.

Pedro Teixeira - Gonçalo Pereira
Bonito, atlético, é um gestor de topo, íntegro, honesto e com carácter. Tudo o que conseguiu foi à custa de muito esforço e dedicação. Oriundo duma família modesta do Porto, os seus avós foram muito ricos quando viviam em Moçambique, mas acabaram por regressar a Portugal sem nada. Quando nasceu, já a família era pobre e teve que batalhar para chegar aonde queria. Estudou, formou-se, entrou numa multinacional e conseguiu chegar ao topo. Ou melhor, estava a chegar quando ouve a fusão com outra empresa e acabou por ser despedido. Casou com Luísa e está em lua-de-mel em Moçambique, quando esta o trai e lhe destrói todos os sonhos, pois é completamente apaixonado por Luísa. Tenta suicidar-se, mas é resgatado para a vida pela poderosa Yara Manhiça, que o ajudará a reerguer-se profissionalmente. Também encontrará um novo amor, sem saber que se está a meter numa teia de problemas, tal como não sabe que a ajuda de Yara é tudo menos gratuita.

Mikaela Lupo - Sofia Fontes
Filha mais nova de Guigui, é o oposto da mãe e da irmã. É uma rapariga bonita, mas simples e justa com o próximo, ainda que tenha sido educada para o snobismo e para arranjar um marido rico. No entanto, como pensa pela sua cabeça, não vai na conversa de ninguém. Acaba por conhecer Quitó e, quando percebe que a mãe se está a aproveitar do rapaz, oferece-se para trabalhar com ele, como forma de pagar o que Guigui lhe deve. Despertará a paixão dele e até têm um envolvimento fugaz. Mas a apertada situação financeira que a família vive, fá-la ver que a solução para os seus problemas passa pela emigração, à semelhança do que aconteceu e acontece com muitos portugueses.

Patrícia Tavares - Lígia Neto
Bonita, moderna e emancipada, é uma médica oncológica pediátrica, que trabalha na mesma Fundação que Diana, de quem é a melhor amiga. É empenhada no seu trabalho e bem resolvida consigo mesma. Foi casada uma vez, mas divorciou-se e hoje vive o dia-a-dia, sem querer compromissos. Até que conhece o colega da Fundação, Lucas, pelo qual se apaixona, ainda que ele seja obcecado com o trabalho. Tal como Guigui, é o ponto de apoio de Diana, sendo a mais sensata das amigas. É a médica responsável pelo tratamento de Jaime, o suposto filho da maior inimiga da sua melhor amiga.

Miguel Thiré - Lucas Accioly
De origem brasileira, mas tendo passado muitos anos em Itália, é investigador na área do cancro e vem trabalhar para a Fundação. É completamente focado e obcecado pelo trabalho, como se mais nada existisse à sua volta. Distraído, desastrado e vivendo num mundo muito próprio, é olhado quase como um alien por algumas pessoas. E a sua distração não lhe permite sequer reparar nos sentimentos que Lígia nutre por ele. Por causa do seu feito distraído, acaba por se meter nas maiores confusões.

Eunice Muñoz - Pureza Ferreira da Costa
Matriarca de uma família de linhagem aristocrática, é uma mulher cheia de vitalidade, espirituosa e com paciência, para dirigir e gerir uma família de mulheres, que vivem em constante conflito, como se fosse uma casa de loucas. Acaba por arranjar maneira de pôr sempre um termo às discussões, pois odeia que se discuta. É esperta, sagaz, com uma rede de contactos invejável, controladora de negócios distintos, que faz questão de manter separados. Mãe de Assunção, tem com a filha um negócio escuso a que um requintado antiquário serve de fachada. Avó de Carolina e Felipa, mantém com a primeira um negócio escuso, a que a fábrica de joias da família serve de fachada. No entanto, nem Carolina nem Assunção suspeitam que mantém negócios individuais com cada uma delas. Usa a sua matreirice para conseguir escapar das situações mais embaraçosas e reverter tudo a seu favor. Bisavó de Maria Augusta (Guta), tem adoração especial por esta, mas, se tiver que ser implacável com ela, é na mesma, sempre a bem da família. Mas não é uma mulher conservadora. Só aparentemente, porque está muito mais à frente no tempo que o resto da família.

Helena Isabel - Assunção Ferreira da Costa Lencastre
Filha única de Pureza, é uma mulher muito bonita, elegante e sofisticada, que viveu largos anos em Moçambique, onde o marido foi combatente. Regressaram a Portugal, mas o marido não conseguiu viver com o stress pós-traumático da guerra. Ele acabou por voltar a Moçambique, onde viria a morrer. A partir desse momento, fechou-se para o amor e passou a dedicar-se à família, servindo de conciliadora entre a temperamental Carolina e a doce Felipa, que passam a vida às turras. Também teve de reerguer os negócios da família e, sempre com o apoio da mãe, recorreu a meios menos ortodoxos para recuperar o brilho e a riqueza de outrora. É pragmática e decidida, embora, por vezes, se sinta insegura das decisões que toma. Quando menos espera, o amor vai bater-lhe à porta. Mas ele é casado e terá resistência em deixar que o coração fale mais alto que a razão.

Sandra Faleiro - Carolina Ferreira da Costa Lencastre
Filha mais velha de Assunção, é moderna, arrojada, temperamental e despudorada. Não tem papas na língua, diz todas as verdades na cara por mais que magoem e é um autêntico furacão. Aonde chega, torna-se no centro das atenções. Não se importa de fazer um escândalo onde quer que seja, pois está a marimbar-se para a opinião dos outros. É sexualmente liberal, envolvendo-se com um homem diferente a cada noite. Gestora da fábrica de joias da família, gere o negócio com mão de ferro e passa a vida às turras com Felipa, sua irmã e designer na fábrica. Aliás, a fábrica serve de fachada a um negócio escuso, que apenas ela e a avó conhecem. Reconhece pouca ou nenhuma autoridade à mãe. Apesar disso, quer controlar a filha, Maria Augusta (Guta) de todas as maneiras e feitios. Teve um envolvimento fugaz com Rodrigo no passado, do qual engravidou. Na verdade, foi apaixonada por Rodrigo e nunca mais conseguiu preencher esse vazio sentimental. Daí que se entregue a um homem diferente a cada dia sempre na esperança de preencher esse espaço. Apaixonar-se-á mais tarde pelo mesmo homem que a irmã, envolvendo-se com Felipa numa guerra, onde vale tudo. Até tirar olhos.

Núria Madruga - Felipa Ferreira da Costa Lencastre
Filha mais nova de Assunção, é bonita, serena, doce e meiga, exceto no trato com Carolina, com que se envolve em discussões frequentes. Não tem pudor em ofender a irmã, mas sempre sem perder a classe. Reputada designer de joias, namora com Gustavo e vive em permanente angústia sempre que ele está a fotografar em cenários de conflito. Sente-se preterida pela profissão do namorado, que criou uma espécie de barreira no relacionamento de ambos, que ela não consegue ultrapassar. Por mais que ame Gustavo, sente-se incompleta naquele relacionamento. Quando ele fica cego, vê-se liminarmente afastada da vida dele, passando por um período mais depressivo em que deixa de acreditar no amor, até que o reencontra. Mas terá de disputar esse homem com a irmã Carolina, numa batalha nada fácil ou suave. Tem uma relação de grande cumplicidade com a sobrinha, Guta.
Bárbara Branco - Maria Augusta Lencastre Varela (Guta)
Jovem bonita, lutadora, sonhadora e irreverente, que nunca baixa os braços diante das adversidades, nem tem medo de enfrentar qualquer guerra. Filha de Carolina e Rodrigo, foi criada apenas pela mãe, tendo uma imagem idealizada do pai, que se encontra a milhares de quilómetros e vê pouquíssimas vezes em anos. A sua forte personalidade choca com a da mãe e não é raro vê-las em discussões acesas e frequentes. Vem estudar escultura para a faculdade de belas artes em Lisboa, mas o seu sonho é ser cantora e compositora. Apaixona-se por Lázaro, um jovem negro e de condição social inferior, mas o seu lado idealista leva-a a lutar por esse amor contra tudo e contra todos. Tem a oposição declarada da mãe e encapotada da avó e da bisavó, mas terá o apoio do pai, Rodrigo, que regressa a Portugal e com o qual desenvolve uma relação de conhecimento e aproximação. Tem no primo, Dinis, o seu melhor amigo, sem saber que este a ama, e vive a discutir com Beatriz. A sua tia Felipa é a sua confidente, com a qual tem grande proximidade. Acaba por abandonar os estudos para se dedicar apenas à música, apostada em ser uma cantora de sucesso.

Sérgio Praia - Bruno Pereira
Irmão mais velho de Gonçalo, residente no Porto, é o típico «pintas», com muita lábia e um jeitinho especial para o desenrascanço. Ao contrário do irmão, não gosta de trabalhar e, desde muito novo, se viu envolvido no mundo da delinquência e dos pequenos crimes, tendo já passado algumas vezes pela cadeia, mas arranjando sempre maneira de ficar com o cadastro limpo. É esperto, vivaço, com um linguajar vulgar e gabarolas. Trabalha na fábrica de joias da família Lancastre, mas descobre o negócio escuso a que a fábrica serve de fachada e acaba por se ver envolvido no mesmo. Torna-se no homem de mão (e algumas vezes de cama) de Carolina, a quem faz todo o trabalho sujo que é pedido.

Joana Seixas - Íris Machado
Elegante e sofisticada, é primeira soprano na Ópera de Santiago do Chile. Tem uma carreira brilhante, é segura e disciplinada, exceto quando o assunto é o coração. Namorada de Rodrigo por quem é apaixonada, sabe do seu passado com Diana e, por mais que não queira pensar nisso, também sabe como isso o atormenta. No amor, é carente, insegura e pouco decidida. Marca casamento com Rodrigo, mas será abandonada no altar. Nem sequer repara que Celso, o melhor amigo de Rodrigo e que trabalha com ambos, é completamente apaixonado por ela.

Elmano Sancho - Celso Chaves
Primeiro violino na Ópera de Santiago do Chile, é bastante culto, leal aos amigos e introvertido por natureza. Pouco ou nada fala dos seus sentimentos, recalcando a paixão que sente por Íris para si, por respeito à amizade que nutre por Rodrigo. Quando este a abandona, toma claramente o partido de Íris, acabando por se declarar, mas percebe que ela só o vê como um amigo. É bastante cúmplice de Rodrigo, suspeitando-se que possam estar envolvidos em algo menos claro.

Rita Cruz - Yara Manhiça
É uma mulher negra, chique, elegante, requintada, conhecida como uma das pessoas mais poderosas e influentes de Moçambique. Tem dinheiro que nunca mais acaba, presidindo a um consórcio, a MZ, da qual é sócia maioritária, além de ter uma cadeia de resorts e hotéis de luxo espalhados um pouco por toda a parte. Não nasceu rica. Muito pelo contrário. Mas todas as humilhações da infância a tornaram numa mulher determinada, decidida e obstinada. É fria, implacável, calculista, que gere os negócios com pulso de ferro e afasta os seus inimigos do seu caminho sem qualquer piedade. Casada com Ricardo Varela, nunca amou o marido. Casou com ele por ser apenas um homem duma família de prestígio. O seu grande amor é o seu sócio, Samuel Matshine. Os dois foram namorados no passado, mas as famílias não permitiram o casamento de ambos. Nunca esqueceu esse momento. Mantém uma relação extraconjugal com Samuel e projeta na filha, Marta, o desejo de a ver casada com o filho de Samuel, como se assim pudesse concretizar, ainda que de forma indireta, o seu grande sonho de amor. Acontece que Marta odeia negros, a começar pela própria mãe. Na verdade, a filha é o seu único ponto fraco, ainda que não o admita.

Fernando Luís - Ricardo Varela
Educado, culto e fino, é tio de Rodrigo, Frederico e Afonso, irmão do falecido pai deles, Henrique. À primeira vista, é um fraco, submisso, que casou com Yara para ter uma vida confortável, ainda que tenha sido apaixonado pela mulher. Muitas vezes, é humilhado por ela, mas deixa-se ficar naquele casamento, já sem chama nenhuma, por comodismo e interesse. Pai de Marta, adora a filha, que não entende a sua passividade. No resort onde a família reside ou nos círculos sociais em que se move em Moçambique, é conhecido como marido de Yara. Mas nem tudo o que parece, é. E, por detrás desta suposta passividade e até inutilidade, esconde-se um homem decidido, que sabe o que quer e por que razão se mantém em determinada situação. Quando se apaixona por outra mulher, decide cortar com aquele casamento e começa a mostrar a sua verdadeira face.

Madalena Brandão - Marta Manhiça Varela
Bonita, moderna, sofisticada, sempre atrás do último grito da moda, é herdeira de um grande império. É snobe, arrogante, mimada e até birrenta. Só aceita trabalhar nos negócios da família se for de acordo com as suas condições. Sarcástica e mordaz, é racista, tratando todos os negros por «acácio». Filha de Yara e Ricardo, é branca, apesar de ser fruto de um casamento mestiço. Odeia a mãe e adora o pai. Passa a vida em conflito com os dois, mas por motivos distintos: com Yara, por não admitir que mande na sua vida; com Ricardo, por não entender a passividade deste face à tirania da mãe. Detesta negros e tem especial implicância com Carlos, filho de Samuel e que a mãe escolheu para casar consigo. Tudo faz para destratar o rapaz, até ao dia em que percebe que realmente gosta dele, mas pode ser tarde demais.

Pedro Granger - Afonso Varela
É o mais novo dos irmãos Varela, tendo pouco contacto tanto com Rodrigo como com Frederico. É o típico beto, que pouco ou nada gosta de fazer nada vida. Vive com o tio Ricardo e a tia Yara no resort, passando a vida a dar graxa e a bajular Yara, como forma de conseguir conquistar poder. Um pouco amoral, não tem grandes princípios e acha que os fins justificam os meios. Trai quem for preciso, desde que seja para agradar à tia. É mais um dos homens de mão de Yara, que ela subalterniza e humilha muitas vezes propositadamente, mas a quem encarrega de fazer certos trabalhos. Querendo garantir uma posição nos negócios da tia, tenta seduzir Marta, pois assim terá acesso direto à herança. No entanto, um dia vai perceber que esteve a vida inteira iludido e, quando encurralado por todas as pessoas que traiu, vai ter que escolher um caminho e ficar só de um dos lados, numa guerra que se abrirá e não terá fim à vista.

Lourdes Norberto - Ann Blumm
Sul-africana, elegante, vive em permanência e há anos no resort de Yara, sendo já considerada como «parte da mobília». Espirituosa, mordaz e irónica, não dispensa o gin e o cigarro. A sua capacidade de observação levam-na a ver coisas que mais ninguém vê, a descobrir segredos inconfessáveis e a servir como uma espécie de psicóloga para aqueles que circulam pelo resort… Até porque não se coíbe de dar a sua opinião, peçam-lha ou não.

Ery Costa - Samuel Matshine
Imponente, elegante e com boa aparência, é um rico empresário e um dos homens mais poderosos de Moçambique. Perde a mulher no mesmo voo em que Frederico e Vitória desaparecem. Nunca foi apaixonado pela mulher, pois o seu amor por Yara, sua sócia e amante, mantém-se intacto desde a juventude. Só não casaram porque a família dele não o permitiu e sabe que, no fundo, Yara não lhe perdoa por isso. É um homem mais ponderado que a sócia no que concerne a negócios e à resolução dos problemas. Tenta sempre a via diplomática, tentando contrariar o lema de cortar o mal pela raiz próprio de Yara. Pai de Carlos, a quem criou com mimo e para lhe suceder, entra em conflito com o filho quando este se envolve com Luísa. Mas ele próprio acabará por não resistir às artimanhas da rapariga, nos braços da qual cairá, entrando em guerra com o filho.

Gonçalo Cabral - Carlos Samuel Matshine
Filho único de Samuel, é educado, simpático, afável e cortês. Milionário, estudou nos melhores colégios e quer usufruir, ainda durante algum tempo, daquilo que o dinheiro pode proporcionar, antes de começar a trabalhar. Assume-se como sucessor natural de Samuel, sem qualquer tipo de problemas, pois foi treinado pelo pai para tomar conta da MZ e da fortuna da família. Durante uma estadia no resort de Yara, envolve-se com Luísa, mas sabe perfeitamente o tipo de mulher que ela é e que aquele relacionamento é a prazo. Entrará em guerra com o pai, quando Samuel se apaixonar mesmo por Luísa e fizer ouvidos de mercador aos avisos do filho sobre a ambição da rapariga. Os projetos da MZ serão outro pomo da discórdia com o pai, pois não concorda com certas atitudes e acabará por tomar o partido dos opositores de Samuel. Apesar de também implicar com Marta, no fundo gosta dela.

Sofia Aparício - Adelaide Carla Pires
Antiga concorrente a Miss em Portugal, é uma mulher ainda bonita e vistosa, mas marcada pela vida. Pouco depois do tempo dos concursos de beleza, casou e foi mãe de Quitó. Abandonada pelo marido com um filho para criar, dedicou-se à prostituição, como forma de angariar o sustento da casa. Quando o filho descobriu de forma traumática, deu-se a rutura entre os dois e acabou por emigrar para Moçambique, para junto do irmão, Paulinho, que aí estava estabelecido. Mantém a prostituição como forma de subsistência, tendo Patrícia a trabalhar para si. É prática, pouco escrupulosa e ambiciosa. Frequenta as missas no Ximbengo, o bairro de lata onde o irmão tem a sua oficina, sendo olhada pelas pessoas de lá como uma santa. Quando se vê envolvida num conflito, acaba por tomar sempre o partido de quem maior vantagem lhe trouxer, mesmo que vá contra as pessoas de quem gosta.

Maya Booth - Patrícia Carolino
Muito bonita e elegante, é advogada de formação, mas trabalha como prostituta de luxo para Adelaide. É mais uma das vítimas de Frederico Varela. Foi para Moçambique com a promessa duma vida de luxo seduzida por ele, até ao dia em que foi abandonada na rua sem sequer ter dinheiro para comer. Foi recolhida por Adelaide, que cuidou dela, mas que a transformou em prostituta. É bem formada, com carácter e personalidade forte, embora seja fria sentimentalmente por não acreditar no amor. Será a primeira ajuda de Verónica na vingança que esta vai empreender contra a família de Frederico. Mas fá-lo inocentemente. Faz voluntariado na obra social do Padre Francisco no Ximbengo e, quando a MZ quer deitar o bairro de lata abaixo para construir uma zona de escritórios, será a advogada que defende a população. A proximidade com o Padre Francisco faz com que o seu coração se abra para o amor, mas ambos têm vidas que travam esse sentimento: ela é prostituta e ele é padre.

António Pedro Cerdeira - Paulo de Jesus Pires (Paulinho)
Na casa dos quarenta e tal, apresentável, é mecânico e homossexual assumido, ainda que tenha que manter um certo recato, por causa da descriminalização da homossexualidade em Moçambique ser recente. Mas, de vez em quando, foge-lhe a mão para os tiques e o corpo para trejeitos mais efeminados. Toda a gente sabe o que ele é, mas ninguém comenta. Tem um coração de ouro, está sempre disponível para ajudar os outros, defende os amigos como ninguém e nunca se esquiva a uma boa sessão de pancadaria. Para dar murros não há como ele… Ainda que depois chore pela unha partida. Tem uma oficina no Ximbengo, onde gosta de passar tempo. Mantém uma relação à distância, há anos, com Valentim e terá a maior deceção da sua vida, quando vier a Lisboa e descobrir que o namorado inventou uma vida de mentira para esconder o que é. Será um dos defensores do Ximbengo contra a gigante MZ.

Graciano Dias - Daniel Figueiredo
Bonito, atlético, com muito bom ar, é o melhor amigo de Frederico, a quem este conta os segredos. Informático de topo na MZ, conhece segredos daquela empresa que só os donos conhecem. É um homem que vive debaixo de fogo cruzado, fazendo alianças com Deus e com o Diabo para conseguir manter-se vivo, já que há sempre alguém com motivos para o matar. Não tem tempo para envolvimentos sentimentais, porque está focado na sua própria sobrevivência. Chantageado por Verónica, vai fornecer-lhe armas para começar a destruir a família de Frederico. Mas, quando conhece pessoalmente Diana, acaba por se render a ela e ficar do seu lado.

Ana Varela - Salomé Gaspar
Alegre, bem-disposta, amiga dos seus amigos, é engenheira civil em Maputo, onde trabalha para a MZ. Filha de Edmundo, cresceu a ouvir histórias sobre África, sendo a branca mais africana que se pode encontrar pelas bandas do Ximbengo, onde está a tratar do saneamento básico, sendo a primeira a aperceber-se de que algo de estranho se vai passar com o bairro. É uma lutadora, de causas, que desperta a paixão de dois homens ligados à MZ: o engenheiro Miguel, disposto a tudo para seguir as ordens dos patrões, e Carlos, o filho do patrão mas que irá contra o pai. Só que, normalmente, o coração escolhe quem não devia. É amiga de Padre Francisco e também de Adelaide, Paulinho e Patrícia, residindo no mesmo prédio destes.

Isaac Alfaite - Miguel Fonseca
Na casa dos trinta e tal anos, é bonito, com um físico invejável e de personalidade bastante forte. Engenheiro de currículo internacional, é contratado por Yara para levar adiante o projeto de demolição do Ximbengo para a construção de um grande empreendimento. Focado no trabalho e obstinado em concretizar as coisas a que se propõe, não há sentimentos que abalem as suas convicções. Apaixona-se por Salomé, mas nem assim desiste de levar a obra até ao fim, o que faz com que entrem num processo de rutura iminente. É frio, pragmático e de objetivos bem traçados. Não há nada que o desvie do seu caminho.

Sabri Lucas - Padre Francisco
Ficou órfão muito novo e foi criado num seminário, indo para padre mais por lhe parecer uma coisa natural do que por vocação. Há muitos anos que é responsável por uma paróquia à entrada do Ximbengo, tendo-se afeiçoado às pessoas do bairro, onde fundou uma obra social, para ajuda aos mais necessitados. É generoso, sempre com uma palavra amiga ou um bom conselho para quem necessita. Fez das pessoas do Ximbengo a sua família. É o único que sabe quem violou Vitória e também todos os planos de Verónica, mas nada pode dizer, pois elas foram ouvidas em confissão. Quando a MZ quer demolir o Ximbengo, torna-se muito próximo de Patrícia, pela qual se apaixona e com a qual se envolve. A partir daí, vive atormentando em seguir a sua felicidade e abandonar a comunidade ou cuidar desta e esquecer o seu coração.

Rodrigo Trindade - Bob
Oriundo de um bairro social problemático, faz parte de um gang perigoso. Vende todo o tipo de drogas, mesmo as farmacêuticas, para sobreviver. Tem estilo e é bem-parecido. O seu domínio das drogas, a maneira como lida com tudo, sabe que droga é ideal para cada ocasião, sabe como tirar as ressacas, como fazer tudo. Parece ter sempre tudo controlado, nunca parece um viciado e consegue dar um certo glamour àquele mundo. É um engano. Acaba por enredar Beatriz nesse seu mundo aparentemente fantástico, manipulando-a e servindo-se do problema de saúde de que ela padece.

Simone Santos - Nicole Santos
Bela e dura, teve uma infância problemática e uma relação difícil com a mãe, uma alcoólica. Desde muito nova que se aprendeu a desenrascar sozinha. Oriunda de um bairro social problemático, envolveu-se, desde cedo, com o líder de um perigoso gang, que se dedica a assaltos. Num desses assaltos, acaba por sofrer um ataque, tendo de ser sujeita a um transplante cardíaco, que mudará a sua vida para sempre. Mas há sempre algo a ensombrá-la.

Diogo Costa Reis - Gabriel Lopes
É um rapaz bonito, de muito bom aspeto, com um corpo trabalhado. É gay assumido, mas não tem quaisquer trejeitos efeminados. Namorado de VALENTIM, os dois conheceram-se onde estavam emigrados e regressam a Portugal para montar o seu próprio negócio. Na relação, é possessivo, ciumento, desconfiado, fruto da sua personalidade insegura e de ter sempre, como sombra deste namoro, o passado de Valentim com Paulinho. No fundo, sabe que o namorado nunca esqueceu o outro, ainda que quase não consiga verbalizar essa situação. Odeia pessoas homofóbicas e tem alguns atritos com Jacinto, de quem Valentim acaba por se tornar muito amigo. As divergências de feitios e personalidades acabam por colocar em risco a relação.

Maria José Paschoal - Juliana Morgado
É uma mulher rígida, com ar austero, que parece estar sempre na defensiva, mantendo uma aura de mistério à sua volta, ainda que use sempre como arma o toque suave das palavras e um leve sorriso de candura, que conquista as pessoas e afasta de si qualquer suspeita. É governanta em casa de Verónica, mas nunca trabalhou como empregada doméstica. No entanto, criou um sem número de referências de antigos patrões para o caso de ser necessário usar essa informação. Esconde um terrível segredo, que está enraizado no passado e que a faz estar naquela casa para um ajuste de contas com muitos anos.

João Pedro Dantas - Martim Pinto Guedes
É um rapaz de boa aparência, rico, culto, educado, com valores e princípios. À partida, pode parecer o «típico betinho», mas é um jovem normal da sua idade, sendo que a educação e a solidariedade com o próximo são valores que fundamentam a sua personagem. Conhece Beatriz num momento em que quase a atropela e, ao devolver-lhe a carteira, acaba por se envolver no mundo da jovem. Apaixona-se por ela e vê-se enredado nas artimanhas de Bob, que não sai da vida de Beatriz. Oriundo duma família abastada, dona de uma rede de farmácias, ver-se-á forçado a deixar ou até a colaborar nos assaltos às farmácias da sua própria família.

Marcantónio Del Carlo - Bernardo Vieira
Homem bem apresentável, de ótimo aspeto, veste bem e com cuidado. Reputado cirurgião clínico, tem a sua licença na Ordem dos Médicos apreendida, mas exerce medicina na clandestinidade, recebendo elevadas quantias em troca das intervenções que faz. No passado cometeu um erro médico e, embora tendo perdido a licença para exercer, conseguiu escapar da prisão, por obra de Matias, que foi seu advogado no processo. Ficou a dever-lhe um favor, que terá de pagar no decurso da história. É ambicioso, pragmático e frio, mas tem um lado de grande dedicação às pessoas que trata. Não deixa ninguém morrer às suas mãos. Faz o que estiver ao seu alcance para salvar essas pessoas e, quando não consegue, arranja forma de que alguém as salve.

Luís Lucas - Renato Bettencourt Rodrigues
É um milionário português, branco, que veste bem e com requinte, delicado, atencioso, muito charmoso, um verdadeiro cavalheiro à moda antiga. Por ter vivido durante muitos anos em Monte Carlo, toda a gente o trata por René. É encantador com as mulheres. Gosta de cortejar e de prestar atenção aos mais pequenos detalhes. Quem olha para ele, considera-o um verdadeiro príncipe dos tempos modernos. Mas por detrás de um cavalheiro aparentemente encantador e acima de qualquer suspeita, esconde-se um homem bastante perigoso e capaz de tudo, que está envolvido numa rede bastante perigosa.

Carlos Vieira - Rafael Vale
É bonito, envolvente, bem-falante, mas não é particularmente educado ou culto. Nunca diz qual é a sua profissão mas Verónica vai chegar a suspeitar que ele estivesse na festa de aniversário de Henrique. Apresenta-se a Verónica como antigo namorado de Vitória e reclama a paternidade de Jaime, deixando-a em pânico, ao perceber que a irmã tinha uma vida dupla que ela não conhecia e recorda episódios entre as duas em que essa brecha no relacionamento entre ambas fica à vista.

Nuno Nunes - Inspetor Mota
Inspetor da Polícia Judiciária, bem-disposto, competente, irónico e sarcástico, faz uma dupla carismática com Camacho.

Manuel Wiborg - Inspetor Camacho
Natural da Madeira, rumou ao continente para ingressar na Polícia Judiciária onde tem o cargo de inspector. Apesar do currículo brilhante, o carácter indisciplinado determinou que fosse preterido na promoção a favor de um colega. A desilusão com o casamento falhado e com a carreira fizeram dele o céptico que é hoje.

Pedro Barbeitos - Ibrahim
Investigador estrangeiro na Fundação, faz parte da equipa de trabalho de Diana. É mulherengo, bem-disposto, muito atento a tudo, o que contrasta com Lucas, o seu colega de trabalho, com quem divide a casa. Acha-se irresistível e faz tudo para dar a volta às mulheres. Tem uma paixoneta por Lígia, que disputará com Lucas.

Leandro Pires - Cuamba
Residente no Ximbengo (um caniço em Maputo), trabalha na oficina de Paulinho. É bem-disposto, engraçado, embora, às vezes, leve puxões de orelhas, quando o assunto é a sexualidade do patrão. Tem em Mussa, o seu colega de oficina, o melhor amigo, mas também o maior crítico. Um dia, surge-lhe a oportunidade de fazer carreira como modelo ou artista e decide seguir esse rumo, sem desconfiar que está a ser levado para a prostituição de luxo.

Anilson Eugénio - Mussa
Com pouca instrução, trabalha como mecânico na oficina de Paulinho. Mora no Ximbengo, é desbocado e pouco inteligente. Raramente, entende uma coisa à primeira, o que acaba por causar confusões.

Nádia Silva - Esperança
Linda, deslumbrante e sensual, é desejada por todos os homens do Ximbengo, o caniço aonde mora. Tem uma certa mistura de inocência e perversidade, o que a torna ainda mais interessante. Mas acaba por se meter numa grande confusão, quando dá à luz um filho branco de um pai negro.

Celso Roberto - Raul Bandiza
Foi criado pela sua mãe adotiva no Norte de Moçambique até à adolescência. Nessa altura, regressou com a mãe para Maputo e instalou-se no Caniço do Ximbengo. Trabalhou até há alguns anos como mecânico na oficina do Paulinho, decidindo ir procurar uma vida melhor na África do Sul, para onde emigrou para trabalhar nas minas. É um rapaz muito trabalhador, honesto, de uma verticalidade bastante vincada. Afável e acarinhado por quem o conhece bem, tem como único ponto fraco a mãe, a quem se dedica de corpo e alma. Faz qualquer coisa por ela, tornando-se explosivo e visceral quando se trata de a defender. O que ele não sabe é que a mãe adotiva lhe esconde um enorme segredo que vai mudar toda a sua vida.

Carloto Cotta - Matias Novaes
É bonito, charmoso e atraente, brincalhão e sarcástico mesmo diante dos piores cenários. Licenciado em Direito, foi colega de curso e amigo de Patrícia. Quando esta vai trabalhar para Moçambique, os seus caminhos separam-se. Trabalhou no Ministério Público, onde ganhou notoriedade para chegar a um grande escritório de advogados. Até que se fartou e decidiu montar um escritório pequeno, fazendo trabalhos, muitas vezes, pro bono, o que faz com que tenha problemas de dinheiro. É amigo de Camacho e Mota. Quando encontra Verónica, tudo faz para se aproximar dela e acaba irremediavelmente apaixonado, tendo de a disputar com Rodrigo, por quem ela é apaixonada. Em nome desse amor, é capaz de atitudes impensáveis e quase irracionais.

Elisa Lisboa - Maria Amélia Martins
Rica, solteira, conceituada pianista, brasonada, vive em Paris desde a década de 60, altura em que foi obrigada a sair de Portugal por causa da PIDE. Não tinha causa política, mas dava-se com muitos artistas e intelectuais ligados ao comunismo. Teve uma grande paixão por Jacinto, que foi interrompida com a sua fuga do país. Tia de Diana e Gustavo, criou-os desde a morte dos pais destes num acidente aéreo. Na adolescência, foi acusada por Diana de querer ficar com o dinheiro que pertencia aos pais dela e viu a sobrinha cortar relações consigo, trazendo Gustavo com ela para Portugal. Não tiveram mais contacto. Até que decide despedir-se dos palcos com um concerto em Lisboa, dirigido por Rodrigo, com quem já havia trabalhado em alguns palcos do mundo. O reencontro com Diana provocará uma reviravolta total na vida da sobrinha.

Ana Cristina Oliveira - Rita Nogueira
Médica, está a fazer um pós-doutoramento em Medicina oncológica e pediátrica e, no âmbito desse estudo, vem fazer um estágio à Fundação onde é integrada na equipa de Lígia e Diana. Foi adotada por uma família sem grandes recursos financeiros mas que apostou tudo na sua educação. Casou-se, divorciou-se e não tem filhos. É uma pessoa bastante amável, prestável e vai provocar simpatia em todos os que se cruzam com ela, exceto em Diana que, a partir de um certo momento, sente um grande incómodo na sua presença. Sofreu um acidente no passado, que lhe bloqueou a memória relativamente à sua vida antes do acidente. Sabe apenas que perdeu os pais biológicos nesse acidente.

0 comentários:

Enviar um comentário